HyperLink
.
.
.
.

Notícias

  • SPED dificulta a vida das empresas

  • Sistema ERP
  • As empresas continuam enfrentando dificuldades para se adaptarem ao Sistema Público de Escrituração Digital (Sped). Uma saída para o problema, debatido ontem em reunião plenária na Associação Comercial de São Paulo (ACSP), seria a disponibilização, por parte da Receita Federal, de um sistema de micro-gestão que permitiria às empresas um melhor controle contábil e a padronização das informações que devem ser enviadas ao fisco. O receio é de que os custos e a complexidade tecnológica exigidas para que as empresas se adaptem ao Sped possam levar o micro e pequeno empresário para a informalidade.
  • De acordo com José Maria Chapina Alcazar, presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis (Sescon-SP) e vice-presidente da ACSP, 90% das grandes empresas que foram obrigadas a se adequar ao Sped têm dificuldade para desenvolver um sistema compatível com o exigido pelo Fisco. Segundo ele, o governo federal poderia bancar o desenvolvimento de um sistema de micro-gestão que permitisse um melhor controle de estoque, de receitas e despesas, dos prazos de recebimento entre outras variáveis administrativas.

    Como esse seria um sistema desenvolvido pela Receita, poderia se comunicar sem dificuldade com o Sped. "A realidade da gestão da maioria das empresas está longe do ideal necessário para a implantação do Sped. E o problema é que com o Sped, um erro de procedimento pode quebrar uma empresa", diz Chapina.

    Com a implantação do Sped, as empresas são obrigadas a enviar à Receita todas as suas informações fiscais e contábeis por meio de arquivos digitais. Dessa forma, o cruzamento entre os dados enviados e aqueles já armazenados pelo fisco são instantâneos. A preocupação é que a legislação não permite que eventuais erros de informação sejam retificados. Assim, um equívoco pode ser interpretado como sonegação, o que acarretará investigação e multa à empresa.

    Diante dessa realidade, Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), acredita que as micro e pequenas empresas são as que mais vão sofrer, mas acrescenta que elas terão o apoio da estrutura da ACSP e Facesp. "Quando se apresenta um obstáculo como esse é preciso vê-lo como um combustível para busca de soluções. Nós não queremos favores do governo, mas sim ter nossos direitos respeitados", diz Burti.

    Além da disponibilização de um sistema de micro-gestão os empresários esperam um prazo maior para a implantação e adaptação ao Sped. O prazo para a entrega dos arquivos de Escrituração Fiscal Digital (EFD), que integram o Sped, referentes aos meses de janeiro e agosto de 2008, termina dia 30 de setembro.

    Outra demanda do empresariado é um período de carência para as multas decorrentes de informações enviadas incorretamente. A carência valeria por um período determinado, que corresponderia ao tempo de aprendizado para operar o Sped.

    Extraído de: Conselho Regional de Contabilidade de Sergipe - 2009

InterQuadram. Empresa Brasileira Líder de Mercado em Sistemas ERP (ERP Financeiro, ERP Contabilidade, ERP Suprimento, ERP Vendas, ERP Fiscal) de Gestão Empresarial Integrado - Sistemas ERP InterQuadram, especialmente desenvolvido para pequenas, médias e grandes empresas que buscam resultados e o retorno do investimento de forma garantida.

ERP (Enterprise Resource Planning)  - ERP e Gestão Empresarial na Web -  ERP InterQuadram  - ERP Vantagens

© 2009 InterQuadram Informática Ltda. Todos os Direitos Reservados.

A marca Interquadram, assim como a dos seus sistemas ERP de gestão empresarial e o conteúdo exposto neste website não devem ser utilizados sem prévia autorização escrita da empresa. Para maiores informações entre em contato conosco através da área de contatos.

Valid XHTML 1.0 Transitional Valid CSS! Microsoft